Mix de Notícias com Élvia Moraes – 12/01/2018

Faltam 28 dias para o fim do recadastramento biométrico

Com o prazo terminando, crescem as filas na Central do Eleitor para fazer o recadastramento biométrico. Preste atenção aos documentos necessários na entrevista do chefe de cartório Alexandre Petermann.


O surgimento de novos bairros tem provocado a demanda de mais serviços públicos

O surgimento de novos conjuntos habitacionais tem provocado o crescimento na demanda na prestação de serviços, tanto na iniciativa privada quanto do poder público. Há poucos dias, a Cohagra – Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande recorreu ao Ministério Público Federal para assegurar a entrega de correspondências nos novos bairros, mas os Correios alegam falta de pessoal.

Outro setor que também demanda estrutura, é o transporte público. Superintendente de Transporte coletivo da Prefeitura de Uberaba, Claudinei Nunes tem mais informações.

Outro setor que também apresenta demanda nos novos bairros são as feiras livres. O Secretário de Agronegócios, Luís Carlos Saad já tem uma programação para atender à população.


Fracassa em Uberaba tentativa do Estado de pagamento do IPVA com cartão de crédito.

Quem tinha a intenção de pagar o IPVA 2018 com cartão de crédito, é bom não contar com essa possibilidade. Pelo segundo dia consecutivo em Uberaba, o sistema não funcionou. Tanto, que uma das autoescolas a Vertess Centro de Formação de Condutores na Leopoldino de Oliveira foi descredenciada pelo Detran e, portanto, não está recebendo pagamento com cartões de débito ou crédito.

A Autoescola Boa Vista interrompeu ontem o recebimento de pagamento parcelado com cartão de crédito por que o sistema não conseguia imprimir a via do cliente. Não há expectativa quanto a retomada do sistema. De qualquer forma, é bom prestar atenção nos juros com o parcelamento. O percentual de acréscimo em cada parcela é de 4%.


Confirmados novos casos de febre amarela em MG.

A febre amarela volta a assustar os mineiros. Nesta quinta-feira, a Secretaria de Estado da Saúde divulgou nota confirmando quatro novos casos da doença em Minas Gerais elevando para 11 o total de registros de febre amarela em 2018.

Dos novos casos confirmados, dois pacientes são de Nova Lima – região metropolitana de Belo Horizonte e outros dois de Mariana, região central do Estado. São três homens e uma mulher com idades entre 43 e 69 anos.

Nove pessoas já morreram em Mar de Espanha e Barra Longa, ambas na Zona da Mata. Óbito também foi confirmado em Carmo da Mata – região centro oeste de Minas, Brumadinho e Nova Lima na região metropolitana de Belo Horizonte.

A situação pode ser bem pior porque um morador de Nova Lima que estava internado no Hospital Eduardo de Menezes em Belo Horizonte morreu ontem à tarde.

Há poucos dias, nós informamos como estava o esquema de vacinação contra febre amarela em Uberaba com o Diretor de Vigilância em Saúde, Nelson Ranieri. Vamos relembrar.